Tecnologia

A evolução da tecnologia em todas as áreas do conhecimento oferece cada vez mais facilidades ao homem. A cada dia surgem novas soluções e novas aplicações.

A Ondinas atenta a isto está presente nos vários segmentos da eletrônica quer atuando efetivamente, quer prospectando ou quer estabelecendo parceiros para oferecer a seus clientes a solução adequada a suas necessidades.

Sensores

Há cerca de 10 anos a Ondinas participa através de empresa parceira na utilização de sensores de presença por infra red na área hidráulica, qual seja o controle de abertura e fechamento de torneiras e mictórios. Esta aplicação já está consolidada no mercado através de um dos maiores fabricantes brasileiros da área de metais. A Ondinas está desenvolvendo um novo controle que utiliza uma tecnologia mais moderna e que aumenta a confiabilidade dos produtos. Alem disso, esta tecnologia está sendo implantada em outros produtos que permitem o uso racional da água.

 Microcontroladores

A Ondinas utiliza em seus projetos os microcontroladores disponíveis no mercado. Os microcontroladores são uma alternativa eficiente para controlar muitos processos e aplicações. A Ondinas dispõe de consultor especializado na família da Cypress dentre outras.

RFID—radio frequency identification.

Em todo o mundo e em todos os segmentos de mercado, os usos deste campo de tecnologia em constante evolução se expandem em um ritmo exponencial.

Nos últimos dez anos, a inovação tinha seu foco na captura de informações precisas, garantindo que as etiquetas pudessem ser lidas em caixas ou paletas. Agora o foco está sendo alterado para a integração do RFID e outros dados de sensores não apenas no ambiente corporativo, mas em toda a cadeia de valor de negócios.

Aplicações de localização

A Ondinas utiliza a tecnologia para a comunicação sem-fio entre dispositivos eletrônicos, com ênfase na baixa potência de operação, na baixa taxa de transmissão de dados e no baixo custo de implantação. A tecnologia utiliza o ZigBee, conjunto de especificações comparável às redes Wi-Fi e Bluetooth e diferencia-se destas por desenvolver menor consumo, por um alcance reduzido (até 10metros) e as comunicações entre duas unidades poder ser repetida sucessivamente pelas unidades existentes na rede até atingir o destino final.

Funcionando todos os pontos da rede como retransmissores de informação, uma malha (Mesh) de unidades ZigBee pode realizar-se numa extensão doméstica ou industrial sem necessidade de utilizar ligações elétricas entre elas.

O surgimento e evolução de aplicações de consumo para dispositivos móveis com GPS de posicionamento e navegação criaram grande volume de oportunidades para os fornecedores de semicondutores GPS e atraiu um grande número de novos jogadores.

A Ondinas tem pesquisado e estudado esta tecnologia que tem a presença de fornecedores de chipset GPS. Este mercado tem sido marcado por uma onda de fusões e aquisições, oferecendo novas alternativas. Desta forma, é primordial estar presente no desenvolvimento que utiliza esta tecnologia.

Led

O uso do led (ligh emission diode) tem se tornado popular e cada vez mais surge aplicações deste componente semicondutor. Basta ver as inúmeras ofertas de TV pela internet que são recebidas diariamente e as aplicações na área de sinalização entre outras.

Uma das áreas que tem expandido sobremaneira é a de iluminação. As lâmpadas incandescentes e as fluorescentes têm sido substituídas pelas lâmpadas de led. A tecnologia do led é bem diferente das duas anteriores. A lâmpada é fabricada com material semicondutor semelhante ao usado nos chips de computador. Quando percorrido por uma corrente elétrica, emite luz. O resultado é uma peça muito menor, que consome menos energia e tem uma durabilidade maior. Enquanto uma lâmpada comum tem vida útil de 1.000 horas e uma fluorescente de 10.000 horas, a de led rende entre 20.000 e 100.000 horas de uso ininterrupto.

O ponto de atenção da lâmpada led é seu custo, apesar de seu preço cair pela metade a cada dois anos. Essa tecnologia não está se tornando apenas mais barata, está também mais eficiente, iluminando mais, com a mesma quantidade de energia. Uma lâmpada incandescente converte em luz apenas 5% da energia elétrica que consome. As lâmpadas de led convertem até 40%. Essa diminuição no desperdício de energia traz benefícios evidentes ao meio ambiente.

Nos países em que a eletricidade é produzida a partir da queima de combustíveis fósseis, essa economia significa nove vezes menos gases do efeito estufa na atmosfera. Se metade de toda a iluminação mundial fosse convertida à tecnologia led até 2025, seria possível economizar 120 gigawatts de eletricidade. Isso reduziria as emissões de dióxido de carbono em 350 milhões de toneladas por ano. As lâmpadas de led são a prova de que o desenvolvimento tecnológico é a forma mais eficiente de combater o aquecimento global.

Alem disso, as aplicações em prédios inteligentes permitem economia de energia, automatização na iluminação, distribuição da potência necessária em baixa potência.